Sinalização de Segurança: qual o seu papel na Segurança do Trabalho?

sinalização de segurança

A segurança dos colaboradores no ambiente de trabalho é uma preocupação fundamental. Uma das formas mais efetivas de prevenção de acidentes e da promoção de um ambiente de trabalho seguro. 

Conjunto de sinais visuais, cores e símbolos, a sinalização de segurança é utilizada para alertar sobre os riscos e perigos existentes em um ambiente de trabalho. Trouxemos no artigo de hoje, o que é a sinalização de segurança e qual o seu papel na segurança do trabalho. Boa leitura! 

O que é sinalização de segurança

Como falamos rapidamente, a sinalização de segurança é o conjunto de todos os elementos visuais que informam e auxiliam na identificação de áreas de perigo e medidas de segurança. Ela é uma medida fundamental em locais onde há circulação de pessoas, especialmente em espaços que apresentam riscos à saúde do trabalhador. 

Seu objetivo é prevenir acidentes, indicar a localização de equipamentos de segurança, delimitar áreas de risco, identificar tubulações de produtos químicos, alertar sobre riscos existentes no ambiente, entre outros.  

Qual o seu papel na segurança do trabalho?

Por ser uma série de sinais visuais e identificadores que alertam sobre perigos específicos presentes no ambiente laboral, a sinalização de segurança deve proporcionar informações claras e imediatas sobre os riscos associados a determinadas áreas, equipamentos ou atividades. 

A correta utilização da sinalização contribui para a conscientização dos trabalhadores, orientando-os sobre procedimentos seguros, restrições e medidas preventivas. Além disso, ela também facilita a resposta rápida em situações de emergência, promovendo um ambiente de trabalho mais seguro e saudável. 

O que é a NR-26

Responsável por estabelecer medidas quanto à sinalização e identificação de segurança nos locais de trabalho, a Norma Regulamentadora 26 (NR-26) traz requisitos e diretrizes para garantir a eficácia da sinalização e a proteção dos trabalhadores. 

Seu principal objetivo é estabelecer diretrizes para a sinalização de segurança e a identificação de perigos nos locais de trabalho. As exigências da NR-26 se aplicam a todos os estabelecimentos ou locais de trabalho, independente do setor de atuação. 

Principais tipos de sinalização

A sinalização de segurança é classificada em oito tipos segundo sua finalidade e função. Continue lendo e saiba quais são! 

Sinalização de proibição

A sinalização de proibição é o tipo de sinalização utilizada para indicar áreas ou atividades que são proibidas no ambiente de trabalho. Sua principal função é alertar os funcionários sobre restrições no local, com o objetivo de prevenir acidentes e doenças ocupacionais. 

Sinalização de perigo

Já a sinalização de perigo é utilizada para alertar sobre os riscos e perigos existentes em um ambiente de trabalho. Com o objetivo de alertar sobre áreas de risco elétrico, produtos químicos perigosos e superfícies escorregadias, esse tipo de sinalização deve ser colocada em locais bem visíveis e de fácil compreensão. 

Sinalização de alerta

Esse tipo de sinalização é utilizada para alertar sobre situações que exigem atenção especial por parte dos trabalhadores no ambiente de trabalho. Ela é usada para alertar pisos molhados, áreas de circulação com baixa visibilidade, uso obrigatório de EPIs, entre outros. 

Sinalização de cuidado

A sinalização de cuidado é a sinalização usada para alertar os trabalhadores sobre situações que exigem maior atenção por parte dos trabalhadores e visitantes em um ambiente de trabalho. Sua função é informar sobre situações que mesmo não apresentando perigo imediato, podem causar acidentes se não forem tratados com cautela. 

Sinalização relacionada a incêndio 

Como o próprio nome diz, a sinalização relacionada a incêndio é utilizada para orientar as pessoas em caso de incêndio no local de trabalho. Seu objetivo é indicar possíveis rotas de fuga, saídas de emergências, os equipamentos de combate a incêndio e as áreas de refúgio. 

Sinalização de informações gerais de segurança e emergência

Outro tipo de sinalização é o de informações gerais de segurança e emergência que tem como objetivo indicar a localização de equipamentos de segurança, as rotas de fuga ou até áreas de abrigo. Ela é muito utilizada para informar sobre aspectos relevantes do ambiente em um ambiente de trabalho.

Sinalização de orientação 

Já a sinalização de orientação tem como função orientar as pessoas em relação às direções, locais e serviços disponíveis em um ambiente de trabalho. Com isso, ela facilita o tráfego dos trabalhadores, evita aglomerações e contribui para o bem-estar dos trabalhadores e visitantes. 

Sinalização de aviso

A sinalização de aviso é utilizada para chamar a atenção dos trabalhadores em relação a comportamentos ou atividades. Seu principal objetivo é prevenir acidentes nos locais de trabalho e informar o funcionário sobre formas de mitigar os riscos. 

Quais são as cores utilizadas 

Além de estabelecer as diretrizes sobre o uso da sinalização de segurança, a NR-26 determina as cores que devem ser adotadas para indicar os riscos existentes. Elas têm como finalidade ajudar a identificar mais rapidamente do que se trata um determinado aviso. São elas:

  • vermelho: utilizada para indicar equipamentos de combate a incêndio, além de ser usada para indicar áreas de risco e sinalizar emergências. 
  • amarelo: já a cor amarela é usada como forma de prevenção e advertência. Ela é utilizada para sinalizar áreas de cuidado, como pisos escorregadios ou degraus elevados. 
  • branco: empregada nas áreas de circulação e para identificar áreas específicas dentro de um local de trabalho. 
  • preto: a cor preta é utilizada para indicar as canalizações de inflamáveis e combustíveis de alta viscosidade. 
  • violeta ou púrpura: indicar perigos provenientes das radiações penetrantes e partículas nucleares.
  • laranja: o laranja é usado para indicar o perigo, sendo empregado nas partes móveis e perigosas de máquinas e equipamentos, faces externas de polias e engrenagens, botões de arranque de segurança, dispositivos de corte, borda de serras e prensas. 
  • verde: já o verde indica segurança, sendo utilizado para identificar saídas de emergência, rotas de fuga, equipamentos de primeiros socorros e áreas seguras.
  • azul: empregado para identificar equipamentos relacionados à saúde e segurança dos trabalhadores. 

Qual a importância da sinalização de segurança 

Por ter como objetivo alertar, orientar e informar sobre os riscos e perigos existentes no ambiente de trabalho, é fundamental implementar a sinalização de segurança em uma organização. Conheça os principais motivos a seguir:

Prevenção de acidentes

A implementação da sinalização de segurança é crucial na prevenção de acidentes, sendo uma medida proativa que visa alertar, informar e orientar as pessoas sobre os potenciais riscos existentes em determinados ambientes. Por isso,  ao fornecer sinais visuais claros e compreensíveis, a sinalização contribui para a conscientização dos indivíduos em relação aos perigos presentes, permitindo que adotem comportamentos seguros e evitem situações de risco. 

Conscientização sobre riscos

Ao serem expostos a sinais claros e compreensíveis, os colaboradores e usuários de um espaço tornam-se mais conscientes dos riscos associados a determinadas áreas, equipamentos ou atividades. Isso, por sua vez, estimula a adoção de comportamentos seguros e o cumprimento de normas de segurança, reduzindo significativamente as chances de acidentes. 

Além disso, a sinalização de segurança também atua como um meio educativo e informativo, capacitando as pessoas a tomarem decisões mais seguras, promovendo uma cultura de prevenção e proteção contra potenciais riscos.

Ambientes de trabalho mais produtivos

Por fornecer informações visuais claras sobre os riscos presentes e os procedimentos de segurança, a sinalização permite que os colaboradores se movimentem de maneira segura e eficiente, sem interrupções desnecessárias. 

Nesse sentido, ambientes de trabalho onde a sinalização de segurança é adequadamente implementada geralmente experimentam uma redução nos acidentes, diminuindo os períodos de paralisação e absenteísmo. 
Esperamos que tenham gostado do conteúdo de hoje. Caso queira saber mais sobre saúde e segurança no trabalho, não deixe de conferir o blog da Dili. Até a próxima!

NR 38: conheça a Norma Regulamentadora de atividades de limpeza urbana e resíduos sólidos

nr 38

Entender as normas e regulamentações é essencial para garantir a segurança e proteção adequadas no ambiente de trabalho. Uma das normas mais importantes é a Norma Regulamentadora 38 (NR-38), especialmente para empresas envolvidas em atividades de limpeza urbana e gestão de resíduos sólidos. 

Neste artigo, exploraremos em detalhes o que é a NR-38, onde ela se aplica, seus objetivos principais e as obrigações que ela impõe às organizações. Boa leitura!

O que é a Norma Regulamentadora 38

A Norma Regulamentadora 38, ou NR-38, é uma legislação brasileira estabelecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) com o objetivo de regulamentar as condições de trabalho em atividades relacionadas à limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. 

Ela foi criada com base na necessidade de garantir a segurança e saúde dos trabalhadores que atuam nessas áreas, minimizando os riscos ocupacionais e promovendo ambientes de trabalho mais seguros.

Onde ela se aplica?

A NR 38 se aplica a todas as empresas e organizações que realizam atividades de limpeza urbana, coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos sólidos, incluindo empresas de coleta de lixo, empresas de reciclagem, aterros sanitários, entre outras. Seu escopo abrange desde a gestão de resíduos industriais até a coleta de lixo domiciliar, visando abranger todas as etapas do processo.

Quais são seus principais objetivos 

A Norma Regulamentadora 38 (NR 38) tem como principal objetivo garantir a segurança e saúde dos trabalhadores envolvidos em atividades de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. 

Para alcançar esse propósito, a NR 38 estabelece uma série de diretrizes e obrigações que visam proteger os trabalhadores contra os riscos ocupacionais presentes nesse ambiente de trabalho específico.

  1. Prevenção de Acidentes e Doenças Ocupacionais: Um dos principais objetivos da NR 38 é prevenir a ocorrência de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais relacionadas às atividades de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.
  2. Conscientização sobre os Riscos Ocupacionais: A NR 38 visa promover a conscientização dos trabalhadores sobre os riscos ocupacionais associados a esse tipo de atividade. 
  3. Promoção de Ambientes de Trabalho Seguros e Saudáveis: Outro objetivo importante da NR 38 é promover a criação de ambientes de trabalho seguros e saudáveis para os trabalhadores.
  4. Cumprimento da Legislação Trabalhista: A NR 38 estabelece requisitos específicos que as empresas devem cumprir para garantir a segurança e saúde dos trabalhadores. O cumprimento desses requisitos não apenas ajuda a proteger os trabalhadores, mas também garante que as empresas estejam em conformidade com a legislação trabalhista vigente.
  5. Redução dos Custos Associados a Acidentes de Trabalho: Além de proteger a saúde e segurança dos trabalhadores, a NR 38 também visa reduzir os custos associados a acidentes de trabalho, como despesas médicas, perda de produtividade e compensações trabalhistas.

Obrigações da NR 38

Vamos conferir algumas obrigações da NR 38:

Criação do PGR

Uma das obrigações dessa norma é a criação do Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR), que consiste em um conjunto de medidas e procedimentos destinados a identificar, avaliar e controlar os riscos ocupacionais presentes nas atividades de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. 

O PGR deve ser elaborado e implementado pela empresa, em conformidade com as diretrizes estabelecidas na norma, e revisado periodicamente para garantir sua eficácia contínua.

Uso do EPI

Além disso, a NR-38 também estabelece a obrigatoriedade do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) pelos trabalhadores, de acordo com os riscos presentes em suas atividades. 

Isso inclui o fornecimento gratuito, treinamento adequado para o uso correto, conservação e substituição quando necessário dos EPIs. A utilização adequada dos EPIs é essencial para reduzir a exposição aos riscos ocupacionais e garantir a segurança e saúde dos trabalhadores.

Quais são os treinamentos exigidos pela NR 38

A Norma Regulamentadora 38 (NR 38) estabelece diversos requisitos de treinamento para os trabalhadores envolvidos em atividades de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. 

Esses treinamentos são fundamentais para garantir que os profissionais estejam devidamente capacitados para realizar suas funções com segurança e eficiência. A seguir, detalharemos os principais treinamentos exigidos pela NR-38.

Treinamento inicial 

O treinamento inicial é obrigatório para todos os trabalhadores que iniciarão suas atividades em empresas abrangidas pela NR 38. 

Esse treinamento deve ser ministrado antes do início das atividades laborais e abordar temas como segurança no trabalho, riscos específicos do ambiente, uso correto de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), procedimentos de emergência, entre outros. 

O objetivo é familiarizar os trabalhadores com os aspectos essenciais para sua segurança e saúde no ambiente de trabalho.

Treinamento periódico 

Além do treinamento inicial, a NR 38 também exige treinamentos periódicos para todos os trabalhadores, com o objetivo de reforçar e atualizar seus conhecimentos sobre segurança no trabalho e procedimentos específicos relacionados às atividades de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. 

Esses treinamentos devem ser realizados em intervalos regulares, conforme determinado pela empresa, e abordar temas relevantes para a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.

Treinamento específico 

Além dos treinamentos gerais, a NR 38 também estabelece a necessidade de treinamentos específicos para determinadas funções ou situações de trabalho que apresentem riscos adicionais. 

Esses treinamentos devem ser direcionados para as atividades específicas desempenhadas pelos trabalhadores, como operação de equipamentos de coleta e transporte de resíduos, manipulação de substâncias perigosas, entre outros. 

O objetivo é fornecer conhecimentos e habilidades especializadas para lidar com situações específicas de forma segura e eficaz.

Conheça a Dili

A Dili é uma empresa prestadora de serviços na área de Segurança e Saúde do Trabalho (SST) comprometida em levar serviços com excelência, agilidade e constância. Temos como propósito prevenir doenças ocupacionais, acidentes de trabalho e proteger a integridade física do trabalhador.

Se quiser tornar a segurança e a saúde partes fundamentais da sua empresa, somos a parceira ideal. Você pode entrar em contato conosco hoje e dar esse passo essencial para a valorização de profissionais e vidas da sua organização.

Antes de ir, confira o blog da Dili para mais conteúdos como este!